Logo MG Cinto

Ícone carrinho de compras

Seu
Orçamento

0 itens

Ver orçamento

Ícone Facebook Ícone Twitter

Login Cadastre-se

A MG Cinto oferece mais esta comodidade para você solicitar seus orçamentos.

Esqueci minha senha

Encontre o que procura

Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na MG Cinto.

Gerenciamento de fadiga deve ser implementado para evitar acidentes

Como mencionam o Parliamentary Of­fi­ce of Science and Technology e a IMO (International Maritime Organization), o erro humano é uma das principais causas de acidentes em qualquer ambiente de tra­balho. Muitos dos grandes acidentes estão relacionados a fatores humanos. En­tre eles destacam-se o ­grande vazamento de produtos tóxicos em Bho­pal, o desastre no estádio de futebol de Hillsborough, a colisão entre locomotivas em Padding­ton e Southall, os vazamentos de radioati­vidade em Chernobyl e Three-Mile Island, o vazamento do Exxo Valdez, o desastre do ônibus espacial Chal­lenger. Por outro lado, a HSE (Health and Safety Execu­ti­ve) diz que uma pessoa bem preparada intelectual, mental e fisicamente pode recuperar fases iniciais de um acidente e interromper a cadeia de eventos e, portanto, ser uma peça chave para evitar aciden­tes, mesmo que haja falha de um equipamento.

A falha humana está relacionada a vá­rios fatores e a fadiga é um deles. Ela contribui para que o trabalhador perca a habi­lidade momentânea para interromper a ca­deia de eventos de um acidente, transformando algo que poderia ser apenas um pequeno desvio num acidente de grandes proporções. Porém, a maioria dos aci­den­tes causados por erro humano é proveniente de erros não intencionais. Esses erros podem ser motivados por desli­zes, lap­sos ou enganos. A HSE salienta que os deslizes e os lapsos ocorrem em tarefas já conhecidas e surgem por omissão de algum ato tal como esquecer de realizar al­go, por exemplo, não calibrar, testar ou fazer alguma manutenção. Já os enganos estão ligados a erros de julgamento e tomadas de decisão; neste caso, toma-se uma ação errada pensando está correta.

Para reduzir a possibilidade de ocorrerem esses tipos de erros, deve-se investir em treinamentos e efetuar simulações para garantir a fixação da aprendizagem. Todavia, ocorrem situações em que o trabalhador está comprovadamente treinado, porém, comete erros que causam acidentes graves. Nesses casos, a fadiga é a causa principal dos acidentes, pois reduz temporariamente a habilidade mental e física do trabalhador tornando ineficazes os seus conhecimentos obtidos nos treina­mentos.

Sobre a MG Cinto

Há mais de 25 anos no mercado, a MG Cinto, uma das maiores fabricantes de materiais de equipamentos de proteção individual do país, apresenta a sua nova linha de produtos. Fabricados através de matérias-primas de qualidade e um rigoroso controle nos processos de produção, os produtos MG Cinto possuem certificação do Ministério Trabalho (CA).

ATENDIMENTO AO CLIENTE

(31) 2101-1600
mgcinto@mgcinto.com.br

Escritório e Vendas:
Rua Dona Maria Manoela, 166 Bairro Saudade, CEP 30.285-410
Belo Horizonte/MG

Matriz:
Rod MG-05, nº07, KM10, Nações Unidas, CEP 34.590-390
Sabará/MG

MG Cinto© | Todos os direitos reservados